Acerca da notícia, inserta na pág. 2 da nossa última edição, o vereador Luís Nobre enviou-nos um texto ao abrigo do “direito de resposta”. No mesmo considera que não são rigorosa as afirmações do “Minho Digital”, que citamos, quando se refere que o “processo de licenciamento esteve inicialmente encalhado na Câmara de Viana do Castelo”. […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.