A maior parte dos que trabalharam nos Estaleiros Navais e o conheceram estão-lhe para sempre gratos. Homem sóbrio, discreto, aparentemente pouco falador e nada dado a excessos de qualquer ordem, mas com um forte sentido de responsabilidade. Enquanto presidente do Conselho de Gerência dos ENVC, foi um homem do seu tempo, talvez adequado para aquele […]
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.