Uma queixa contra incertos terá dado entrada na Polícia Judiciária por indícios de burla na venda concretizada de uma farmácia na área de Viana do Castelo. A denúncia aponta para uma venda sem conhecimento dos herdeiros coproprietários numa aparente ação de dissimulação e desaparecimento de património. Guardar Notícia 0
Para ler a restante notícia, deverá ser assinante do Aurora do Lima. Subscreva uma das assinaturas para ter acesso às anteriores edições do Aurora do Lima. Faça Log in ou assina já.